sábado, 16 de abril de 2016

VOTAÇÃO DE CONTINUIDADE DE IMPEACHMENT É AMANHÃ, MAS O FUTURO DIFÍCIL PARA O BRASIL JÁ ESTÁ DEFINIDO

As duas torcidas organizadas estão no mesmo palco
Lá fora o povo se digladia. Isso é Brasil!
O Brasil vive o clima de Impeachment. Na Câmara dos Deputados nunca se viu pessoal tão pontual e tão decidido a defender ou acusar. Como em uma grande casa de apostas os números rolam soltos e as apostas são feitas a cada momento. De um lado um desesperado, e não menos culpado, PT, e de outro um grupo de deputados, em sua maioria, acusados de corrupção, "defendendo" a moral e apostando no impeachment para atacarem o bolo e ocuparem os cargos que o povo não lhes deu, mas, que pouco importa diante de suas ganâncias.
Caso seja aprovada a sequência do processo o Brasil sai das mãos de Dilma, que se corrompeu, e vai para as mãos de Michel Temer e Eduardo Cunha, capitaneados por Aécio Neves, para o qual a eleição 2014 nunca acabou e que, finalmente, terá o poder que o povo lhe negou nas mãos. Caso seja reprovada a continuidade, será arquivado e continuamos nas mãos de um PT que perdeu a confiança e o rumo, e que ainda terá de continuar remando contra a maré de Deputados e Senadores corruptos que travaram o Brasil nos últimos anos.
De uma forma ou de outra, a crise continua e ambos os lados terão uma desculpa, esfarrapada, mas que servirá para continuar massacrando nosso povo. Com Dilma o problema será a oposição travando o Brasil e a mídia marginalizando o Governo, sem Dilma, ela continuará sendo a culpada pelas "atitudes" que seus sucessores terão sob a desculpa de que pegaram um Brasil acabado e que ações que só desfavorecem o povo já sofrido, serão necessárias para reconstruir o que o Governo do PT destruiu.
E para nós, povo, resta a esperança, que nunca morre, e a possibilidade de pedir aos céus que as chuvas de desgraças que as nuvens carregadas apontam no horizonte do futuro, não cheguem com a intensidade que se mostram querer.