quarta-feira, 28 de setembro de 2016

MINISTRO REBATE CRÍTICAS

Informações que circularam nas redes sociais dão conta de que o Ministro da Educação estaria propondo a retirada do que considera “regalias” dos professores. Pela notícia a indagação principal seria: “Eles têm férias de 45 dias, aposentadoria especial, descanso pedagógico, piso nacional e até lanche grátis. Que outro trabalhador possui tantas regalias? É preciso enxugar tudo isso ou o país continuará quebrado”.
Através de um vídeo divulgado no youtube o Ministro rebate as críticas dizendo: “Essa é mais uma das inúmeras mentiras que já foram divulgadas, desde que assumimos a gestão do MEC, em maio”. Ele citou as campanhas mentirosas em mídias sociais sobre o fim de programas como o Mais Educação e o Brasil Alfabetizado. Para o ministro, tais campanhas visam apenas a tumultuar e gerar pânico na população.
De forma preliminar não dá pra saber qual a versão verdadeira dos fatos, porém, algo fica bem claro: é necessário que todos estejam de olhos bem abertos e atentos à veracidade das informações, questionando e evitando a divulgação de material cuja a fonte não seja, criteriosamente, analisada.