sábado, 2 de julho de 2016

AUMENTOS DE SALÁRIOS DO LEGISLATIVO E EXECUTIVO CAUSAM POLÊMICAS

Em pleno período de crise, o momento dedicado às decisões sobre aumentos de salários para prefeitos, vereadores e secretários vem causando polêmicas. Veja alguns casos:

MACAÍBA: O caso foi parar na delegacia. Pessoas que estavam no plenário e vereadores se desentenderam e a polícia teve que ser chamada e conduzir várias pessoas à presença do delegado. No meio da discussão uma vereadora chegou a solicitar a diminuição de 30% dos salários atuais, o que só esquentou a polêmica. Confira AQUI.

CAIÇARA DO RIO DOS VENTOS; Os vereadores aumentaram seus salários em 169% e a previsão é de que os salários, entre 2017 e 2020, possam chegar a 6 mil reais. Caso fosse dividido em quatro edições anuais os aumentos seriam de mais de 40% por ano e está acima de qualquer aumento dado a outro trabalhador comum. Veja mais dessa vergonha AQUI.

SÃO PEDRO: Rolou esta semana a conversa de que seria votado na Câmara de Vereadores uma proposta de aumento em torno de 50% no salário de quem ocupe o cargo de prefeito de nosso município. O absurdo elevaria, em tempos de crise os salários de 12 para 18 mil reais. Já o vice sairia de 6 para 8 mil e os vereadores passariam a receber 6 mil, enquanto os Secretários Municipais teriam seus vencimentos elevados de 3 para 4 mil. A informação que temos é de que não houve a aprovação.