sexta-feira, 18 de março de 2016

PREFEITURA DE SÃO PEDRO DIVULGA NOTA À POPULAÇÃO SOBRE GREVE DOS PROFESSORES

Após ser comunicada de que os professores da rede municipal entrarão em greve na próxima semana, a Prefeitura de São Pedro emitiu nota aos pais e comunidade em geral sobre a paralisação. Confira a nota na íntegra:

NOTA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL A SOCIEDADE SÃO-PEDRENSE
A administração pública municipal tem se portado com bastante austeridade e com responsabilidade, mesmo em crise aberta, com a diminuição das transferências financeiras bastante conhecidas, pagando pontualmente aos professores, estando todos com as suas remunerações em dia, inclusive sendo pago o piso nacional dos profissionais do magistério e sendo executado o plano de cargos, carreira e remuneração, muito diferente de outras municipalidades.
Em São Pedro  a massa salarial dos professores fica na margem de R$ 3.000,00 comprometendo todos os recursos do FUNDEB e mais do tesouro municipal, como forma de dar condições remuneratórias adequadas e dentro das possibilidades, para garantir uma qualificação do ensino/aprendizagem, tentando assegurar uma boa educação aos estudantes, no presente e um boa base para o futuro.

No nosso Município as condições dos prédios escolares são boas e excelentes em consideração a outros Municípios, aqui todos os dias há alimentação escolar, transporte escolar com uma frota nova, professores em todas as disciplinas não tendo horários vagos, salas de leitura e de atendimento multifuncionais, programa mais educação e elaborado o Plano Municipal de Educação para dez anos.
Com os professores e o SINTE, sempre tratamos de forma respeitosa, mesmo com algumas discordâncias, mantivemos o diálogo aberto, entretanto, fomos surpreendido com ações judiciais querendo estabelecer a hora/atividade, mas, negada em sede liminar pela Justiça da Comarca de São Paulo do Potengi, e agora, em plena negociação, novamente, de forma abrupta a administração municipal é surpreendida com uma greve anunciada rompendo as negociações.
O Município de São Pedro e aqueles da Comarca de São Paulo do Potengi receberam uma Recomendação do Ministério Público da Comarca que não se submeta a hora/atividade, sob pena de responder uma Ação de Improbidade Administrativa, e em reunião com SINTE e Comissão de professores ficou acertado que se deveria buscar uma audiência nos autos do processo, para se tentar uma sensibilização do magistrado da Comarca.
Este rompimento dos professores ao diálogo é inaceitável, “não se pode confundir direitos com privilégios corporativos”, as Escolas ficarão abertas para aulas e outras atividades, chamamos a todos a ponderação e a tolerância, convidamos os Srs(as) pais e mães para  enviar seus filhos, e buscaremos a Justiça para analisar a abusividade do movimento paredista e instalação de dissídio. Os nossos estudantes não podem perder.
Atenciosamente,
São Pedro em, 18 de março de 2016
Prefeita Municipal: Maria Robenice Ribeiro
Secretária Municipal de Educação: Jaíra Garcia de Araújo